quinta-feira, 4 de março de 2010

Johnny Alf, precursor da bossa nova, morre aos 80 anos em SP (Folha on Line)


O cantor, pianista e compositor Johnny Alf morreu nesta quinta-feira (4). Ele estava internado em estado grave no hospital Mário Covas, em Santo André, na Grande São Paulo. Ele tinha 80 anos.

Johnny tratava um câncer de próstata há cerca de três anos na instituição. Um dos precursores da bossa nova, ele vivia em uma casa de repouso na cidade.

Segundo o empresário do cantor, Nelson Valencia, a metástase tinha avançado e os médicos haviam avisado que não havia mais nada que pudesse ser feito.

Johnny não tinha familiares. O velório deve ser amanhã de manhã na Assembleia Legislativa de São Paulo.

***

Um dos artistas mais discretos e elegantes do Brasil, talvez seja mais importante pela influencia que por sua obra em si. Não é uma questão de talento, mas de personalidade. Cesar Camargo Mariano, por exemplo, o considerava um irmão pessoalmente e um mestre artisticamente. Mas o discípulo profissionalmente se saiu bem melhor que o professor.

Um comentário:

Lalo Arias disse...

Além da elegância, que doçura possuia o grande João Alfredo! Um ser excepcional, de uma ilimitada generosidade muito pouco propagada. Quem o conhecia intimamente sabia disso. No último show que vi dele, no Sesc Pompéia, a formação da banda era apenas de jovens talentos, quase todos descobertos por ele.