sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Em cartaz


É realmente desanimador. Enquanto nos grandes centros já estão passando os candidatos ao Oscar "A Troca", "O Estranho Caso de Benjamin Button" e agora "Foi Apenas um Sonho", aqui chega em lançamento nacional uma comédia malhada por todo mundo, "Surepresas do Amor". É um produto sazonal, feito para a época natalina, o que obviamente não é o caso agora.
Reese Witherspoon e Vince Vaughn fazem um casal cujos pais são divorciados e há três anos dão desculpas esfarrapadas para não ter que visitá-los no Natal. Só que às vésperas das festas são surpreendidos por uma nevasca no aeroporto e uma emissora de TV os coloca em rede nacional no noticiário. Apanhados na mentira, terão que visitar cada um dos quatro genitores, que moram em diferentes partes do país. A cada encontro, um pouco do passado de um dos conjuges é revelado ao outro.
Filme de Natal sempre tem aquele negócio de lição de moral, da importância da família, seja lá como ela for, e no caso houve capricho na escalação dos pais. São quatro vencedores do Oscar como a própria Reese: Sissy Spacek, Mary Steenburgen, Robert Duvall e John Voight. Só que ao contrário ds Miss Queixo de Cotovelo, os quatro receberam seus prêmios por seu talento e não pela popularidade.
Tudo isso é desperdiçado numa comédia que descamba na escatologia e no humor fácil, bem aquém do que poderiam render os veteranos do elenco.

Ah, sim, também estrearam duas animações, o nacional "O Grilo Feliz e os Insetos Gigantes" - cujos personagens não sei porque sempre me lembram aquelas formigas evangélicas - e "O Corajoso Ratinho Desperaux".

Acidente no Distrito Industrial

Agora pela manhã aconteceu um acidente na empresa Metalúrgica Esplendor, localizada no recreio campestre jóia.

Ocorreu no momento em que o caminhão da Empresa Rocha Transporte e Serviços Ltda de Sorocaba recolhia ácido crômico e ácido sulfúrico. Houve uma provável reação química que causou uma explosão da mangueira espalhando o produto.

Ele atingiu cerca de 32 pessoas. Os números ainda não puderam ser confirmados. 22 tiveram intoxicações e outros 10, queimaduras. Estes estão recebendo atendimento no Hospital Augusto de Oliveira Camargo e os intoxicados na unidade de pronto atendimento do Jardim Morada do Sol.

A equipe da Cetesb está sendo aguardada.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Rodoviária - de Campinas - vai virar shopping (Cosmo)

A Maternidade de Campinas anunciou o projeto escolhido para a área da antiga rodoviária e que vai ocupar a quadra delimitada pelas vias Barão de Itapura, Andrade Neves, Barão de Parnaíba e Marquês de Três Rios, no bairro Botafogo, em Campinas. No local, será construído o Shopping Andrade Neves, acoplado a duas torres que vão abrigar escritórios, clínicas e consultórios médicos.

O projeto foi elaborado pelo consórcio das empresas Camargo Correa Desenvolvimento Imobiliário, Partage Empreendimentos e Participações Ltda., Paulo Carneiro e Associados e Pratec Projetos e Urbanismo. As três primeiras empresas são de São Paulo e a quarta, de Campinas.

Para construir o novo shopping e centro comercial o prédio antigo da rodoviária e o esqueleto de uma obra abandonada no local serão demolidos. Outros três imóveis da quadra deverão ser negociados para posterior demolição e execução do projeto arquitetônico.

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Ruas interditadas

Devido à continuação das obras antienchentes do bairro Cidade Nova alguns trechos da rua Humaitá e mais um trecho da avenida Presidente Kennedy serão interditados. Para que os moradores e comerciantes dessa região fiquem cientes, a Prefeitura Municipal de Indaiatuba encaminhará um comunicado com o cronograma previsto para as interdições já nos próximos dias.

Na Kennedy a interdição acontecerá amanhã (28) na esquina com a rua Oswaldo Cruz. A estimativa é que o local fique fechado para as obras por dois meses. Quem passa pela avenida terá a opção de retornar pela rua Armando Sales de Oliveira.

A interdição da rua Humaitá terá início na esquina da rua 13 de Maio e continua até a esquina da rua dos Andradas. O primeiro trecho será interditado em 3 de fevereiro. Segundo a Secretaria de Planejamento e Engenharia nesse local será utilizado o método conhecido como vala, onde a interdição é necessária, já que se trata de um método convencional.

Os motoristas que transitam pela rua Humaitá encontrarão placas indicativas de orientação de trânsito para desvio. A Prefeitura pede compreensão e paciência à população, já que a obra beneficiará mais de 40 mil pessoas do bairro Cidade Nova. É importante ressaltar que o cronograma pode sofrer alterações, como antecipação ou adiamento da interdição de algum trecho em função das chuvas, que são comuns nesses meses do ano.

Cronograma

Kennedy esquina com a rua Oswaldo Cruz: de 28 de janeiro a 28 de março

Da rua 13 de Maio à rua Ademar de Barros: de 3 de fevereiro a 23 de fevereiro

Da rua Ademar de Barros à rua Tuiuti: de 19 de fevereiro a 16 de março

Da rua Tuiuti à rua Oswaldo Cruz: de 9 de março a 31 de março

Da rua Oswaldo Cruz à rua dos Andradas: de 23 de março a 9 de abril

Começam as filmagens de "O Bem Amado"


Começam a chegar em Alagoas nesta segunda-feita (19) todo o elenco e equipe de técnicos que farão parte das filmagens de o Bem Amado, que se iniciam no dia 22 na histórica cidade de Marechal Deodoro.

A cidade cenográfica Sucupira já está em fase de conclusão e transformando não só a aparência da antiga capital de Alagoas, como também a rotina dos moradores.Na direção está o pernambucano Guel Arraes, um Rei Midas do cinema contemporâneo, responsável pelo sucesso de filmes como Lisbela e o Prisioneiro e o hilário Auto da Compadecida, que já tiveram versões para a televisão, assim como terá também O Bem Amado, conforme já antecipou a cineasta Paula Lavigne, que está à frente da produção, cujo orçamento está em torno de R$ 10 milhões. Ela considera que este é o seu maior trabalho profissional.

São 36 trabalhadores em atividade acelerada desde o dia 4, para deixar todo o cenário pronto até esta quarta-feira. No dia seguinte, as filmagens já estarão em ação. Essa é a parte que mais interessa aos moradores da cidade, ansiosos para verem astros globais da grandeza de Marco Nanini, que será o prefeito Odorico Paraguaçu; José Wilker, que fará o papel de Zeca Diabo; as irmãs solteironas Cajazeiras, que terão interpretação de Andréa Beltrão, Zezé Polessa e Drica Moraes; e Matheus Nachtergaele, que será Dirceu Borboleta. Todos são uma certeza de muito humor e risadas para o público.
Na mesma linha dos grandes talentos que irão para Marechal, transformada na fictícia Sucupira, espera-se Caio Blat, que interpretará Neco Pedreira, adversário político de Odorico;

Maria Flor fará um dos papéis novos, que não constava na novela, o de filha de Odorico, e Edmílson Barros viverá o coveiro de um cemitério considerado a maior obra do corrupto Odorico em Sucupira. Juntamente com os figurantes, estarão ocupando uma área de cinco mil metros quadrados, na praça central da cidade.

Fonte: Alagoas em Tempo Real

***
Na verdade, ao contrário do que foi afirmado acima, na novela existia a personagem de filha de Odorico, que chamava-se Telma e era vivida pela saudosa Sandra Bréa no auge da beleza. Ela tinha um romance com o médico Juarez Leão, interpretado pelo também finado Jardel Filho, inimigo do prefeito além de tudo porque seu trabalho de salvar vidas atrasava a inauguração do cemitério. Lembro que Sandra, que voltava dos estudos na capital, era uma moça "muderna" e que entre outras tomava banho de mar nua. Para 1973, eram cenas ousadas.

O jornalista esquerdista Neco Pedreira foi vivido por Carlos Eduardo Dolabella (pai de Dado Dolabella) e ele namorava na novela Anita Medrado (personagem de Dilma Loés, mãe de Vanessa Loés) e no seriado de 1980, Tuca Medrado (Fátima Freire). A mãe de Anita era a delegada Donnana Medrado (a inesquecível Zilka Salaberry) e no seriado o cargo foi ocupado por Chica Bandeira, vivida por outra grande atriz, Yara Cortes, provavelmente porque Zilka estava comandando o Sítio do Pica Pau Amarelo naquela época.

Marco Nanini deve fazer outro trabalho memorável como Odorico Paruaguaçú, ele que já releu outro grande personagem televisivo, o Lineu da "Grande Família", vivido originalmente por Jorge Dória. Odorico, como quem tem mais de 35 anos sabe, foi a grande glória telecisiva de Paulo Gracindo.

Agora, fica difícil imaginar outro Zeca Diabo que não o nosso vizinho Lima Duarte. José Wilker já foi um bom ator, mas hoje vive do carisma e de tiques caricaturais. Histrionismo por histrionismo nimguém ganha de Lima, cuja atuação foi tão marcante que naquele ano ele ganhou o Troféu Imprensa de Revelação, isso apesar de estar na TV desde a fundação da TV Tupi, 23 anos antes. A justificativa de Silvio Santos? "É que foi o primeiro trabalho dele na Globo". Então, tá.

Outros personagens marcantes

Irmãs Cajazeira - Originalmente eram Ida Gomes (a eterna voz de Bette Davis), Dirce Migliacio e Dorinha Duval. Quando foi feito o remake em 1980, Dorinha já havia sido condenada pelo assassinato do amante (caso de grande repercussão na época) e foi substituída por Kleber Macedo. Agora, as beatas que na verdade vivem um caso de menage à quatre com Odorico, serão vividas por Andréa Beltrão, Zezé Polessa e Drica Moraes, um trio de talento capaz de superar as originais.

Dirceu Borboleta - No filme, será assumido por Matheus Natchergaele mas tanto na novela quanto no seriado foi uma criação inesquecível de Emiliano Queiróz, um especialista em tipos esquisitos, como o Juca Cipó de "Irmãos Coragem" de 1970, que no remake de 1995 transformou Murilo Benício num astro.

Zelão das Asas - Milton Gonçalves encarnava o sujeito que sonhave em voar com asas construídas por ele mesmo, uma espécie de antecipação do universo francamente realista-fantástico de "Saramandaia", lançada três anos depois.

Nezinho do Jegue - Era o bêbado local que vivia puxando um jegue e que, dependendo do teor alcóolico berrava "Viva Odorico!" ou "Morra Odorico!". Parece até retirado do folclore político indaiatubano...

Na foto, Odorico (Paulo Gracindo), Dirceu Borboleta (Emiliano Queiroz) e Zeca Diabo (Lima Duarte)

A culpa não é da cerveja, é da batatinha!



As mesas de bar sempre rendem ótimas polêmicas. E de uns tempos para cá, uma nova tem se juntado à política, futebol, religião etc. Cerveja dá ou não barriga?

A resposta ainda não está totalmente definida. Pesquisas indicaram que a afirmação de que a cerveja é responsável pela barriga existente principalmente nos homens não passa de lenda. Para alguns pesquisadores europeus o problema é apenas genético. Outros, também do velho continente, acreditam que apenas o consumo moderado de cerveja não altera o peso nem a massa corporal.
No Brasil a questão também não está completamente definida. Para o endocrinologista Dr. Alfredo Halpern, a cerveja não tem influência no aumento da barriga. “Não existe uma relação do tipo da bebida com o aumento da gordura corporal. É o estilo de vida de cada um que contribui para o aparecimento da tão conhecida barriga de cerveja”, explica Halpern.
Geralmente, os acompanhamentos da cerveja são os principais vilões pelo acúmulo de gordura”
Já para Fernanda Giannecchini, nutricionista da Clínica Onodera Estética, a "cerveja é uma bebida fermentada que, quando consumida em excesso, leva à formação de gases e conseqüente distenção abdominal, dando origem à famosa barriguinha de cerveja".
Num ponto, porém, os dois têm a mesma opinião. Geralmente, os acompanhamentos da cerveja são os principais vilões pelo acúmulo de gordura. “O problema maior é que a cerveja sempre vem acompanhada de tira-gostos normalmente ricos em gordura. Isso aumenta as calorias e, conseqüentemente, aumenta a barriga”, alerta Fernanda.
Segundo Halpern, o consumo excessivo do líqüido junto com outros alimentos proporciona uma dilatação do estômago, que passa a exigir cada vez mais um volume maior de alimentos. “O excesso de peso adquirido, principalmente nos homens, tende a se concentrar na região da cintura e do abdômen, resultando na famosa barriga de cerveja, mas não que ela influencie”.
Para o comerciante Jair de Oliveira, 32 anos, a cerveja foi a grande culpada por ele ter adquirido a tão famosa barriga. “Eu bebo pelo menos duas vezes por semana e mesmo praticando atividades físicas e correndo, não consigo perdê-la”.
Segundo o personal trainer Eduardo Fazioli, tomar algumas cervejinhas em um dia da semana, somente, não vai causar estragos no corpo de ninguém. “Uma cerveja não faz mal, mas muitas, sim. Pior ainda é se a pessoa beber todos os dias e com acompanhamentos”.

Como perdê-la

Perder a “barriga de cerveja” não é uma tarefa fácil. Para o endocrinologista, a gordura que fica dentro da região abdominal é mais perigosa e muito mais difícil de perder. “É muito mais fácil perder aquelas que ficam sob a pele, responsável pelos pneuzinhos e pelas celulites, do que a tão famosa barriga de cerveja”.
Responsável pela atividade física de diversas pessoas, o personal Eduardo também cobra uma maior responsabilidade alimentar das pessoas. “Para perder qualquer tipo de barriga é necessário uma reeducação alimentar e atividades físicas durante toda a semana”, afirma. O mais indicado é procurar orientação de um profissional e fazer exames antes de começar qualquer tipo de atividade. “Para quem não tem tempo de ir para a academia ou condições, o mais fácil e prático é a caminhada. O que não pode é ficar sem fazer atividades”, afirma.

Luana Godoy
Agência MBPress

Blog novo e importante no ar

A historiadora e escritora Eliana Belo Silva está iniciando um blog dedicado à História de Indaiatuba, denominado justamente, "História de Indaiatuba". Segue o e-mail em que ela comunica a existêrncia desse novo espaço internáutico.

@migos, boa noite.

Estou fazendo um blog (tentando, pelo menos) cujo link é http://historiadeindaiatuba.blogspot.com/

Minha intenção é fazer um arquivo virtual sobre a História de Indaiatuba, imagens, memórias, informações sobre pessoas e famílias, referências ao patrimônio edificado, cultural, ambiental e literário, entre outros.

Há poucos post´s ainda, mas tem um que eu queria que vocês conhecessem e indicassem para os amigos.

Trata-se de um texto com uma lista de espécies arbóreas e arbustivas nativas de Indaiatuba. Meu objetivo é divulgar a lista para os conhecidos. Quem sabe assim, quando fizerem projetos de urbanização ou mesmo de paisagismo, as pessoas, as empresas, chácaras, sítios etc... não usam essa lista?

O texto sobre este assunto está do lado esquerdo do blog, na lista de publicações já feitas, com o título ‘RECUPERAÇÃO DAS MATAS INDAIATUBANAS”.

Visite e se gostar, indique.

[ ]s,

Eliana Belo

***

Mas eu destaco e furto o post da cronologia de Indaiatuba até 1992, tanto pela importânica quanto pelas curiosidades dos destaques (por exemplo, porque a fundação da Crovel em 1970 e não a instalação da Yanmar na década anterior, muito mais importante?). Vejam:

A cronologia da História de Indaiatuba apresentada neste post foi feita por Lia Gobbi em 1994, dentro do Projeto Integração Arquivo-Escola, da Fundação Pró-Memória de Indaiatuba, coordenado, na época, por Silvane Rodrigues Leite Alves.
Atualmente, Adriana Koyama, filha do pesquisador Nilson Cardoso de Carvalho (in memorian) está atualizando a cronologia indaiatubana e acrescentando dados com base em fontes mais recentes e em transcrições feitas por ele. A publicação desta obra está prevista para breve (fevereiro de 2009).
Século XVIII - Fundação do povoado Votura por José da Costa (1).
1740 - Epidemia de Bexiga (varíola) na região, que dizimou o povoado.
1807 - Início da construção da Matriz Nossa Senhora da Candelária.
1830 - Elevação do povoado a categoria de Freguesia, já com o nome de Indaiatuba, que passa a existir como distrito da Vila de Itu, com 4526 habitantes, sendo que 2500 eram escravos.
1832 - Realização da primeira eleição para vereadores e juízes no município.
1842 - Revolução Liberal. Morre o Capitão Boaventura do Amaral.
1859 - Elevação da Freguesia de Indaiatuba a categoria de Vila.
1863 - Conclusão da construção da Matriz Nossa Senhora da Candelária.
1869 - Compra da casa que serviria como Paço Municipal, na rua Pedro de Toledo.
1873 - Convenção Republicana onde se destacou o indaiatubano João Tibiriçá de Piratininga. Inauguração da Estrada de Ferro da Companhia Ituana de Estrada de Ferro e Navegação.
1880 - Indaiatuba começa a receber imigrantes alemães, suiços e italianos. Inauguração da Estrada de Ferro em Indaiatuba, construída pela população local (2).
1882 - Fundação do Bairro Helvetia. Aquisição de um sino para chamar os guardas e dar o toque de recolher ( que durou até 1930).
1888- Inauguração da iluminação pública à querosene.
1890 - A Intendência (administração pública) passa a funcionar no prédio erguido na praça Prudente de Moraes, funcionando também aí a Cadeia Pública. Este prédio foi demolido em 1963.
1905 - Eleição do prefeito Major Alfredo de Camargo Fonseca. Construção do cemitério (de pedras) em frente ao de taipas, na rua Candelária.
1906 - Elevação da Vila de Indaiatuba a categoria de Cidade.
1911 - Construção do Grupo Escolar "Randolfo Moreira Fernandes".
1913 - Inauguração da rede de energia elétrica no município.
1927 - Fundação do Esporte Clube Primavera.
1928 - O projeto para implantação de água encanada no município começa a ser elaborado.
1930 - Criação do Hino Indaiatubano pelo maestro Nabor Pires de Camargo.
1932 - Revolução Constitucionalista. Morre o indaiatubano João Pereira dos Santos.
1933 - Conclusão da Construção do Hospital Augusto de Oliveira Camargo.
1935 - Dezenas de famílias japonesas emigram para o município, iniciando o cultivo do tomate.
1937 - A cidade passa a contar com o serviço de abastecimento de água encanada.
1940 - Implantação da rede de esgoto sanitário.
1949 - Fundação da Biblioteca "Rui Barbosa" no governo de Luiz Teixeira de Camargo Júnior.
1950 - A pavimentação asfáltica das ruas centrais da cidade é iniciada. Criação do "Colégio Estadual Dom Jose de Camargo Barros".
1955 - Fundado o Jornal Tribuna de Indaiá, por Renato Laércio Talli e Rafael Elias Aun.
1957 - Fundação do Indaiatuba Clube e do Clube 9 de Julho.
1958 - Erigido o busto em homenagem a João Pereira dos Santos na Praça Prudente de Moraes.
1959 - Instalação da Biblioteca Euclides da Cunha, pertencente a EEPSG "Dom José de Camargo Barros"
1960 - Aparecimento das grandes unidades mecânicas e metalúrgicas como a Yanmar do Brasil, Café Interior, a Concessionária Ivesa, etc.
1962 - Cassação do mandato do prefeito Alberto Brizzola.
1963 - Criação da Comarca de Indaiatuba.
1964 - Cassação do mandato do prefeito Ivan Correa de Toledo.
1966 - Inauguração do Paço Municipal. Instituição do Brasão de Armas do Município, pela Lei 930.
1968 - Criação da Bandeira Municipal.
1969 - Elevação do município de Indaiatuba a categoria de Comarca.
1970 - Inaguração da Refinaria de Óleo Crovel. Instalação do SAAE na Rua Bernardino de Campos, no governo de Mário Araldo Candello.
1973 - Inauguração do Serviço Telefônico de Telecomunicações de São Paulo.
1974 - Inauguração do novo sistema de água da cidade (abastecimento) no governo de Romeu Zerbini.
1977 - Construção do Cemitério Parque dos Indaiás no governo de Clain Ferrari. Inauguração do novo Forum na rua Ademar de Barros.
1979 - A Corporação Villa Lobos passa a se apresentar regularmente.
1980 - Inauguração da Rádio Jornal de Indaiatuba.
1981 - Inauguração do Ginásio de Esportes na administração de Clain Ferrari.
1983 - Inauguração do terminal rodoviário "Alberto Brizzola" na administração de José Carlos Tonin.
Inauguração do Centro Esportivo do Trabalhador.
1984 - Desapropriação do Casarão do Pau-Preto, como forma de preservar o que restou de seu passado urbanístico.
1986 - Implantação do Corpo de Bombeiros.
1987 - Criação do Distrito Industrial no Loteamento Recreio Campestre Joia.
1988 - A instituição beneficente Augusto de Oliveira Camargo fecha as portas do hospital.
1989 - A prefeitura decreta intervenção no hospital Augusto de Oliveira Camargo.
1990 - Inaugurado o Campo de Provas da General Motors do Brasil. Início das obras do "Parque Ecológico".
1991 - Criação do Juizado de Pequenas Causas.
1992 - Desapropriação do Hospital Augusto de Oliveira Camargo pela prefeitura Municipal.
Notas de Eliana Belo Silva:
(1) Atualmente a FPMI considera que não há comprovações que evidenciem a fundação desse povoado por José da Costa.
(2) A população local construiu a estação do centro da cidade, que ainda está lá (um pequeno armazém) mas não é o prédio onde hoje é o Museu Ferroviário (este foi inaugurado em 1911).

Beluzzo é o novo presidente do Palmeiras (Lancenet)

Agora é oficial. A expectativa se confirmou e o economista Luiz Gonzaga Belluzzo é o novo presidente do Palmeiras. O candidato da situação venceu Roberto Frizzo por 145 a 123 votos. Seis conselheiros votaram em branco.

A situação também levou a vantagem na eleição para vice. Apenas o candidato à quarta vice-presidência, Ebem Gualtieri, perdeu. Edvaldo Teixeira, da oposição ganhou.

Salvador Hugo Palaia, Gilberto Cipullo e Clemente Pereira, pela ordem, foram eleitos vices.

A torcida do Palmeiras presente em frente ao Palestra e os partidários de Belluzzo já fazem festa dentro e fora do clube.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Governo do Estado oferece vagas de estágio

O Governo do Estado de São Paulo através do Programa de Estágios oferece 719 vagas de estágio de diversas qualificações para a região administrativa de Campinas, sendo 18 ofertas para Indaiatuba. As inscrições serão recebidas até 4 de fevereiro pela Fundap (Fundação do Desenvolvimento Administrativo), órgão vinculado à Secretaria de Gestão Pública do Estado responsável pelo processo seletivo.

Na região administrativa são destinadas 446 vagas para ensino superior, 139 para educação profissional e 134 para ensino médio. São 59 cidades inseridas no programa. Para Indaiatuba são 6 vaga para alunos de Educação Profissional, segmento técnico de Administração; 3 vagas para alunos da mesma área no segmento técnico de Informática; 3 vagas para estudantes do Ensino Médio; 4 vagas para alunos do Ensiono Superior, segmento Administração; e 2 vagas para estudantes de faculdade que cursam Relações Públicas.

As bolsas variam entre R$ 300 e R$ 750. Os novos estagiários receberão também auxílio transporte e terão direito a recesso de 30 dias – para contrato de um ano – ou proporcional ao período trabalhado, conforme a Lei Federal 11.788/08. O prazo do contrato é de um ano prorrogável pelo mesmo tempo.

O Programa de Estágios foi criado em 2007 com o objetivo de unificar o processo de seleção, antes descentralizado. “Gerar oportunidades para o jovem ingressar no mercado de trabalho é um dos grandes desafios da sociedade moderna. Através do Programa de Estágios, o Governo do Estado dá ao estudante condições de aplicar os conhecimentos absorvidos na sala de aula, além de contribuir para sua inserção no mercado de trabalho. Presta ainda uma relevante contribuição para as políticas públicas, com a formação de novos talentos que possam no futuro ingressar ao quadro do funcionalismo público estadual”, o secretário de Gestão Pública, Sidney Beraldo.

Para participar do processo seletivo do Programa de Estágios do Governo do Estado, é exigido do candidato como requisito básico estar matriculado em 2009 em instituição de ensino público ou privado. As inscrições devem ser feitas através do site , no link “Programa de Estágios”. Quem não tiver acesso à internet pode fazer a inscrição nos postos do Acessa SP ou na Fundap, situada à Rua Alves Guimarães, 429, no bairro de Cerqueira César, de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h. O próximo passo é emitir o boleto para pagamento de taxa de R$ 15 e confirmar a inscrição pelo site.

As provas, que consistirão em 30 questões de múltipla escolha de caráteres eliminatório e classificatório, serão aplicadas no dia 8 de março em 25 municípios paulistas. Para candidatos da região administrativa o processo seletivo acontece nas cidades de Campinas, Piracicaba, Mococa e Socorro. Locais e horários das provas serão publicados no dia 2 de março. A relação dos classificados será publicada no dia 20 de março no site da Fundap e pelo Diário Oficial do Estado de São Paulo.

Candidatos
Balanço parcial divulgado pela Fundação mostra que 20 mil estudantes já se inscreveram para o processo seletivo – as inscrições tiveram início no dia 15 de dezembro. Eles disputam as 8.175 vagas em todo o Estado, destas, 5.869 destinadas a estudantes de nível superior, 1.222 para ensino médio e 1.084 para educação profissional de nível médio.

Eleição no chiqueiro (Lancepress)

O clima promete ser quente nesta segunda-feira no Palmeiras. Depois de quatro anos no comando do clube, o presidente Affonso Della Monica apenas assistirá de camarote à escolha do seu sucessor, que ficará à frente do clube nos próximos dois anos.

O candidato escolhido pela atual gestão do clube do Parque Antártica é Luiz Gonzaga Belluzzo, atualmente Diretor de Planejamento. Mais uma vez concorrendo à presidência do Palmeiras, Roberto Frizzo será o candidato da oposição.

A nova diretoria deverá administrar alguns assuntos polêmicos dentro do clube, como a comissão técnica, considerada por muitos excessivamente cara, e as parcerias com a Traffic e a WTorre, empresa escolhida para a reforma do estádio Parque Antártica.

***

Será que finalmente o Palmeiras terá como presidente o Belluzzo? Torço por ele.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Em cartaz

Chegam às telas da cidade o épico “Austrália” e a fantasia “Coração de Tinta”. Em comum apenas o fato dos dois terem sido malhados pela crítica.

“Austrália” é o filme mais caro já realizado no país, com a explícita intenção de alavancar o turismo por lá. Para isso, foram convocados seu diretor mais australia renomado, Baz Luhrmann (“Romeu+Julieta”, “Moulin Rouge”); a maior estrela atual surgida nos estúdios do subcontinente, Nicole Kidman e um dos mais famosos galãs nativos, Hugh Jackman. O que podia dar errado? Muita coisa.

Já de cara, o ator pretendido pela produção, o neozelandês Russell Crowe, caiu fora por questões de salário. A segunda opção, o autraliano Heath Ledger, preferiu fazer o Coringa de “Batman – O Cavaleiro das Trevas”, escolha que se revelou sábia, mesmo que ele não tenha vivido para colher os louros.

Depois de tudo isso, Nicole, que embarcou no projeto na primeira hora, encontrou Hugh Jackman numa festa e disse que ele tinha que estar no filme. O ator disse que nem tinha lido o roteiro e a estrela retrucou: “Esqueça o roteiro! Quem vai dirigir é Baz Luhrmann!”

A fé de Nicole no cineasta era justificada. Embora ela tenha ganho o Oscar por “As Horas”, a imagem dela que ficou na memória de todos é o da cortesã Satine de “Moulin Rouge”. Mesmo com as filmagens se estendendo por meio ano – ao invés dos dois meses habituais – a estrela nunca perdeu a fé no projeto. O duro é que os próprios australianos não se enxergaram na superprodução, que foi um fracasso de bilheteria dentro de casa.

Uma aristocrata britânica (Nicole) herda uma enorme porção de terras na Austrália e ao chegar lá, se depara com um barão do gado que quer tomar as terras da forasteira. Ainda que inicialmente relutante, ela vai unir suas forças a um rústico vaqueiro (Jackman), com quem vai conduzir duas mil cabeças de gado pelas mais remotas regiões do país. Mas em Darwin, no interior da Austrália, eles irão enfrentar bombardeios dos mesmos japoneses que atacaram Pearl Harbor alguns meses antes.

Luhrmann é um diretor estilisticamente ousado, barroco e com uma queda para o melodrama, beirando o cafona de vez em quando. Aliás, a mensagem de “Moulin Rouge” é, basicamente, “o amor é brega”. Daí que recrutado por seu país para realizar um “...E o Vento Levou” no Outback, ele não deixou por menos e fez um épico com cara daqueles filmões de antigamente. O problema é: as platéias de hoje estão prontas para essa estética retro?

Nos dois filmes anteriores de Luhrmann, era necessário que o espectador embarcasse na viagem proposta pelo diretor: em “Romeu+Julieta”, que aceitasse o texto original de Shakespeare declamado nas ruas de uma Miami contemporânea: em “Moulin Rouge”, na reinvenção da Belle Èpoque com músicas contemporâneas e visual barroco.

Da mesma forma, para entrar no mundo de “Austrália” é necessário uma imersão num filme à antiga, com mocinha mimada que encontra proletário rude e ambos acabam, se apaixonando durante uma viagem épica em meio a uma terra desconhecida e perigosa. Epa! Mas Nicole já havia feito esse filme antes e se chamava “Um Sonho Distante”, projeto ambicioso com o ex-marido Tom Cruise e que foi um dos poucos fracassos do astro do sorriso Colgate...

coração de tinta “Coração de Tinta” traz Brendan Fraser (“A Múmia”, “Viagem ao Centro da Terra”) como Mo Folchart, um pai de família dotado de um raro poder: o de tornar realidade tudo aquilo que lê em voz alta. Infelizmente, esse talento é descoberto de forma trágica e por causa disso sua mulher acaba ficando presa num romance chamado “Coração de Tinta”. Mo passa anos em busca de um exemplar do livro, até que tem a idéia de procurar seu autor. Baseado no romance homônimo de Cornelia Funke, o filme tem a direção de Iain Softley, de “A Chave Mestra”, “Asas do Amor” e “Hackers”. No elenco ainda estão Helen Mirren (“A Rainha”), Paul Bettany (“Dogville”, “O Código da Vinci”), Andy Sirkis (“O Senhor dos Anéis”) e a garota Eliza Bennett (“Nanny McPhee”).

Curiosamente, a Disney está lançando uma produção com ponto de partida semelhante, “Um Faz de Conta que Acontece”, em que Adam Sandler faz um tio que vê as histórias que conta para os sobrinhos virarem realidade, mas só nas intervenções deles. O filme está em cartaz no Topázio do Shopping Parque Prado, em Campinas.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Chupado do blog do Ancelmo Góis, n'OGlobo

De onde saiu este homem?

José Saramago

Donde saiu este homem? Não peço que me digam onde nasceu, quem foram os seus pais, que estudos fez, que projeto de vida desenhou para si e para a sua família. Tudo isso mais ou menos o sabemos, tenho aí a sua autobiografia, livro sério e sincero, além de inteligentemente escrito. Quando pergunto donde saiu Barack Obama estou a manifestar a minha perplexidade por este tempo que vivemos, cínico, desesperançado, sombrio, terrível em mil dos seus aspectos, ter gerado uma pessoa (é um homem, podia ser uma mulher) que levanta a voz para falar de valores, de responsabilidade pessoal e coletiva, de respeito pelo trabalho, também pela memória daqueles que nos antecederam na vida.

Estes conceitos que alguma vez foram o cimento da melhor convivência humana sofreram por muito tempo o desprezo dos poderosos, esses mesmos que, a partir de hoje (tenham-no por certo), vão vestir à pressa o novo figurino e clamar em todos os tons - “Eu também, eu também”. Barack Obama, no seu discurso, deu-nos razões (as razões) para que não nos deixemos enganar. O mundo pode ser melhor do que isto a que parecemos ter sido condenados. No fundo, o que Obama nos veio dizer é que outro mundo é possível. Muitos de nós já o vínhamos dizendo há muito. Talvez a ocasião seja boa para que tentemos pôr-nos de acordo sobre o modo e a maneira. Para começar.

Oscar 2009

Release da TNT

Na manhã desta quinta (22), o ator Forest Whitaker foi o responsável pelo anúncio dos indicados a 81ª edição do OSCAR®, direto do lendário Teatro Kodak, em Hollywood. Pela cobiçada estatueta de “melhor filme”, principal premiação da noite, concorrem os filmes “O Curioso Caso de Benjamin Button”, “Frost/Nixon”, “Milk: A Voz da Igualdade”, “The Reader” e “Quem Quer Ser um Milionário?”.

Como os cinéfilos já apostavam, o ator Heath Ledger, falecido no ano passado, é um dos concorrentes na categoria “melhor ator coadjuvante” por sua performance como Coringa em “Batman – O Cavaleiro das Trevas”. Confira abaixo a lista completa de indicados ao mais importante prêmio da indústria cinematográfica nos Estados Unidos.

A TNT transmite a festa ao vivo no domingo, dia 22 de fevereiro, às 22h, com reapresentação na segunda-feira, dia 23, a partir das 21h. Transmitido em inglês com dublagem simultânea para o português, o OSCAR® trará os comentários do crítico de cinema Rubens Ewald Filho. Antes da festa, a partir das 21h, a TNT exibe o seu tradicional “pré-show” com Rubens Ewald Filho e Chris Nicklas, que comentarão, diretamente dos nossos estúdios nos Estados Unidos, a chegada das estrelas no tapete vermelho do Teatro Kodak. E os indicados são:

Melhor filme
O Curioso Caso de Benjamin Button
Frost/Nixon
Milk
O Leitor
Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire )

Melhor atriz
Anne Hathaway (O Casamento de Rachel)
Angelina Jolie (A Troca)
Melissa Leo (Frozen River)
Meryl Streep (Dúvida)
Kate Winslet (O Leitor)

Melhor ator
Richard Jenkis (The Vistor)
Frank Langella (Frost/Nixon)
Sean Penn (Milk)
Brad Pitt (O Curioso Caso de Benjamin Button)
Mickey Rourke (The Wrestler)

Melhor atriz coadjuvante
Amy Adams (Dúvida)
Penelope Cruz (Vicky Cristina Barcelona)
Viola Davis (Dúvida)
Taraji P. Henson (O Curioso Caso de Benjamin Button)
Marisa Tomei (The Wrestler)

Melhor ator coadjuvante
Robert Downey Jr. (Trovão Tropical)
Philip Seymour Hoffman (Dúvida)
Heath Ledger (Batman - O Cavaleiro das Trevas)
Josh Brolin (Milk)
Michael Shannon (Foi Apenas um Sonho)

Melhor diretor
Danny Boyle (Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire ))
Stephen Daldry (O Leitor)
David Fincher (O Curioso Caso de Benjamin Button)
Ron Howard (Frost/Nixon)
Gus Van Sant (Milk)

Melhor roteiro original
Frozen River
Simplesmente Feliz
Na Mira do Chefe
Milk
Wall-E

Melhor roteiro adaptado
O Curioso Caso de Benjamin Button
Dúvida
Frost/Nixon
O Leitor
Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire )

Melhor trilha sonora original
Alexandre Desplat (O Curioso Caso de Benjamin Button)
James Newton Howard (Defiance)
A. R. Rahman (Quem Quer Ser um Milionário? (Slumdog Millionaire ))
Danny Elfman (Milk)
Thomas Newman (Wall-E)

Melhor canção original
Down to Earth (Wall-E)
Jai Ho (Slumdog Millionaire)
O Saya (Slumdog Millionaire)

Melhor filme estrangeiro
Der Baader Meinhof Komplex, de Uli Edel (Alemanha)
Waltz With Bashir, de Ari Folman (Israel)
The Class, Laurent Cantet (França)
Departures, Yojiro Takita (Japão)
Revanche, de Gotz Spielmann (Áustria)

Melhor animação
Bolt - Supercão
Kung Fu Panda
Wall-E

Melhor curta de animação
La Maison en Petits Cubes, de Kunio Kato
Lavatory - Lovestory, de Konstantin Bronzit
Oktapodi, de Emud Mokhberi e Thierry Marchand
Presto, de Doug Sweetland
This Way Up, de Alan Smith e Adam Foulkes

Melhor documentário
The Betrayal (Nerakhoon), de Ellen Kuras e Thavisouk Phrasavath
Encounters at the End of the World, de Werner Herzog e Henry Kaiser
The Garden, de Scott Hamilton Kennedy
Man on Wire, de James Marsh e Simon Chinn
Trouble the Water de Tia Lessin e Carl Deal

Melhor documentário em curta-metragem
The Conscience of Nhem En
The Final Inch
Smile Pinki
The Witness - From the Balcony of Room 306

Melhor curta-metragem
Auf der Strecke (On the Line)
Manon on the Asphalt
New Boy
The Pig
Spielzeugland (Toyland)

Melhor direção de arte
A Troca
O Curioso Caso de Benjamin Button
Batman - O Cavaleiro das Trevas
A Duquesa
Foi Apenas um Sonho

Melhor fotografia
A Troca (Tom Stern)
O Curioso Caso de Benjamin Button (Claudio Miranda)
Batman - O Cavaleiro das Trevas (Wally Pfister)
O Leitor (Chris Menges and Roger Deakins)
Slumdog Millionaire (Anthony Dod Mantle)

Melhor edição
O Curioso Caso de Benjamin Button (Kirk Baxter e Angus Wall)
Batman - O Cavaleiro das Trevas (Lee Smith)
Frost/Nixon (Mike Hill and e Hanley)
Milk (Elliot Graham)
Slumdog Millionaire (Chris Dickens)

Melhor mixagem de som
O Curioso Caso de Benjamin Button (David Parker, Michael Semanick, Ren Klyce e Mark Weingarten)
Batman - O Cavaleiro das Trevas (Lora Hirschberg, Gary Rizzo e Ed Novick)
Slumdog Millionaire (Ian Tapp, Richard Pryke e Resul Pookutty)
Wall-E (Tom Myers, Michael Semanick e Ben Burtt)
O Procurado (Chris Jenkins, Frank A. Montaño e Petr Forejt)

Melhor edição de som
Batman - O Cavaleiro das Trevas (Richard King)
Homem de Ferro (Frank Eulner e Christopher Boyes)
Slumdog Millionaire (Tom Sayers)
Wall-E (Ben Burtt e Matthew Wood)
O Procurado (Wylie Stateman)

Melhores efeitos especiais
O Curioso Caso de Benjamin Button (Eric Barba, Steve Preeg, Burt Dalton e Craig Barron)
Batman - O Cavaleiro das Trevas, (Nick Davis, Chris Corbould, Tim Webber e Paul Franklin)
Homem de Ferro (John Nelson, Ben Snow, Dan Sudick e Shane Mahan)

Melhor maquiagem
O Curioso Caso de Benjamin Button (Greg Cannom)
Batman - O Cavaleiro das Trevas, (John Caglione, Jr. e Conor O'Sullivan)
Hellboy II (Mike Elizalde e Thom Floutz)

Melhor figurino
Austrália (Catherine Martin)
O Curioso Caso de Benjamin Button (Jacqueline West)
A Duquesa (Michael O'Connor)
Milk (Danny Glicker)
Foi Apenas Um Sonho (Albert Wolsky)

***

Fica difícil comentar sem ter visto a maioria dos filmes. Apenas na categoria Animação dá pra afirmar que se "Wall-E" não ganhar é marmelada.

ULTIMA HORA: Como a cerimônia do Oscar vai cair no domingo de carnaval, provavelmente a Globo não vai transmití-la ao vivo. Com isso, talvez algum canal da Globosat (a Globo News, espero) dividirá com a TNT o privilégio de exibir a premiação cinematográfica mais famosa do mundo. Pros pobres sem TV paga restará, talvez, uma reprise em dia ainda não determinado.

Framboesa de Ouro 2009

Os indicados a Piores do ano:

Pior filme
Super-heróis - A liga da injustiça e Espartalhões
Fim dos tempos
A gostosa e a gosmenta
Em nome do rei
O guru do amor
Pior ator
Larry the Cable Guy - Witless protection
Eddie Murphy - O grande Dave
Mike Myers - O guru do amor
Al Pacino - 88 minutos
Mark Wahlberg - Max Payne
Pior atriz
Jessica Alba - O olho do mal
Todo o elenco de Mulheres - O sexo forte - Annette Bening, Eva Mendes, Debra Messing, Jada Pinkett-Smith e Meg Ryan
Cameron Diaz - Jogo de amor em Las Vegas
Paris Hilton - A gostosa e a gosmenta
Kate Hudson - Um amor de tesouro
Pior ator coadjuvante
Uwe Boll - Postal
Pierce Brosnan - Mamma mia
Ben Kingsley - O guru do amor
Burt Reynolds - Em nome do rei
Verne Troyer - O guru do amor
Pior atriz coadjuvante
Carmen Electra - Super-heróis - A liga da injustiça
Paris Hilton - Repo! The genetic opera
Kim Kardashian - Super-Heróis - A Liga da injustiça
Jenny McCarthy - Witless protection
Leelee Sobieski - 88 minutos
Pior casal em cena Uwe Boll e qualquer ator, câmera ou roteiro
Cameron Diaz e Ashton Kutcher - Jogo de amor em Las Vegas
Paris Hilton e Christine Lakin ou Joel David Moore - A gostosa e a gosmenta
Larry the Cable Guy e Jenny McCarthy - Witless protection
Eddie Murphy e Eddie Murphy - O grande Dave
Pior prólogo, remake, sequência ou cópia
O dia em que a Terra parou
Super-heróis - A liga da injustiça
Indiana Jones e o reino da caveira de cristal
Speed Racer
Star Wars - A guerra dos clones
Pior diretor
Uwe Boll - Postal
Jason Friedberg & Aaron Seltzer - Super-heróis - A liga da injustiça e Espartalhões
Tom Putnam - A gostosa e a gosmenta
Marco Schnabel - O guru do amor
M. Night Shyamalan - Fim dos tempos
Pior Roteiro
Super-heróis - A liga da injustiça e Espartalhões
Fim dos tempos
A gostosa e a gosmenta
Em nome do rei
O guru do amor
Prêmio pela Pior Carreira
Uwe Boll - a resposta da Alemanha para Ed Wood

Eva Mendes é eleita "mulher mais desejada de 2009" em site

LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Eva Mendes foi escolhida a mulher mais desejável de 2009 na quarta-feira, em uma pesquisa feita pela revista masculina publicada na Internet AskMen.com. Embora modelos e atrizes conhecidas pela beleza predominem na lista, os organizadores juram que a lista não é superficial e avalia as qualidades gerais das mulheres.

Mendes, 34, está no topo da 9ª lista anual de "99 mulheres mais desejáveis" do site. No total, foram mais de 10 milhões de votos de homens que elegeram mulheres que seriam namoradas ou esposas ideais.
A atriz ficou em quarto lugar no ano passado e agora toma o lugar da atriz Katherine Heigl. A atriz Megan Fox ficou em segundo lugar e a modelo Marisa Miller, em terceiro.
James Bassil, editor-chefe do site, disse que a lista indica mulheres que os homens não consideram só rostos bonitos.
"Há mulheres com mais de 30 anos na lista. Elas são velhas para os padrões da indústria, mas há muitas mulheres maduras na lista", disse. "As mulheres mais jovens que figuram nos sites de fofoca não tiveram tempo de acumular as conquistas que muitas dessas mulheres têm".
Algumas favoritas de listas passadas não se saíram bem desta vez, como Beyoncé, que ficou com o 50º lugar, e Jessica Simpson, em 70º lugar. A comediante Tina Fey, que acaba de ganhar um Globo de Ouro pela série "30 Rock" e foi bastante elogiada por sua imitação de Sarah Palin, ficou em 97º lugar.

Confira os 10 primeiros lugares da lista:
1 - Eva Mendes (Americana-cubana, 34, atriz de "Hitch", "The Spirit")
 eva-mendes-allure-04

2 - Megan Fox (Americana, 22, atriz de "Transformers")

megan fox30  
3 - Marisa Miller (Americana, 30, supermodel da Victoria's Secret)

 marisa miller33
4 - Keeley Hazell (Inglesa, glamour model, namorada do jogador Joe Cole e lidera campanha de prevenção de câncer nos seios)

 keeley hazell0029989uycc0_660
5 - Anne Hathaway (Americana, 27, atriz de "O Diabo veste Prada", "Agente 86")

    Anne Hathaway34
6 - Alessandra Ambrósio (Brasileira, 28, supermodel da Victoria's Secret)

alessandra ambrósio vs18
7 - Scarlett Johansson (Americana, 24, atriz de "The Spirit", "Dália Negra", "Match Point")

 scarlett johansson
8 - Rihanna (Natural de Barbados, 20, cantora)

rihanna04
9 - Kristen Bell (Americana, 28, atriz de "Veronica Mars", "Gossip Girl", "Heroes")

kristen bell1071280x1024
10- Kate Beckinsale (Inglesa, 36, atriz de "Pearl Harbor", "Van Helsing", "Anjos da Noite")

kate beckinsale003

***

Todas, evidentemente, cheias de qualidades além da beleza...

Atentado em Campinas

Granada é lançada contra prédio da Rede Anhanguera

Ataque foi feito por três homens ontem (21) à noite; artefato é de alto poder de destruição, segundo PM

22/01/2009 - 00h53 . Atualizada em 22/01/2009 - 00h57

Agência Anhanguera de Notícias

Viaturas policiais na Rua Dr. Roberto Thut, na Vila Industrial, após o atentado: área foi isolada para o recolhimento do artefato, que não chegou a explodir e será periciado
O prédio da Rede Anhanguera de Comunicação (RAC), em Campinas, na Vila Industrial, foi alvo de um atentado por volta das 21h de quarta-feira (21). As imagens do sistema de monitoramento eletrônico da empresa flagraram três rapazes. Na ação, eles quebraram uma janela com um martelo, atiraram uma granada e saíram correndo pela Rua Dr. Roberto Thut, fugindo em um carro, modelo Gol, da cor cinza, que os esperava próximo à esquina com a Avenida General Carneiro. O artefato bateu na janela, caiu na rua de paralelepípedos junto à calçada e não explodiu.

A Polícia Militar (PM) foi acionada, assim como o esquadrão antibombas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), da Capital, que interditaram o local.

Segundo avaliações preliminares de policiais que atenderam à ocorrência, a granada é de uso militar, com alto poder de destruição. O dano provocado pela explosão desse artefato poderia atingir pessoas e objetos num raio de 200 metros. De acordo com o soldado PM Idalino Gomes da Silva, que por três anos trabalhou como especialista em explosivos no extinto grupamento Ações Táticas Especiais de Campinas (Atac), quem cometeu o atentado não sabia manusear uma granada. A conclusão se reforça pela maneira como o explosivo foi encontrado: com a alça de segurança quebrada, mas com o pino travado. Uma granada explode oito segundos depois do destravamento do pino. “Quem manuseou esse artefato, provavelmente, quebrou a alça de segurança, e saiu correndo pensando que fosse explodir quando caiu no chão”, avaliou.

A granada, no entanto, ainda será periciada pela equipe do Gate. Segundo os policiais, somente após essa análise será possível identificar o modelo e o grau de destruição da granada.

O caso será registrado no plantão do 1º Distrito Policial (DP) de Campinas. Segundo o delegado Rodrigo Galazzo, a apuração da ocorrência será comandada pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG). “O boletim de ocorrência será registrado no 1º DP como tentativa de dano qualificado com o uso de explosivo”, disse Galazzo.

Imagens do circuito de segurança da RAC mostram três rapazes, todos com boné, caminhando tranquilamente pela Rua Dr. Roberto Thut. Quando se aproximaram do prédio, eles se dividiram. Dois seguiram para o início da rua e um deles se aproximou da janela. A ação foi rápida. Em questão de segundos o vidro foi quebrado e a granada arremessada. Em seguida, os três correram em direção ao carro estacionado na esquina da Avenida General Carneiro.

Segundo testemunhas, os três, no caminho em direção ao prédio, diziam “vamos acabar com eles”. Cerca de três horas após o atentado, quando a polícia ainda aguardava nas proximidades da RAC a chegada do esquadrão antibombas, a telefonista da empresa recebeu uma ligação com uma ameaça. “Esse é apenas o começo”, disse uma voz feminina.

***

Numa cidade onde até um prefeito foi assassinado no meio da rua, era só o que faltava.

Maestro John Neschling é demitido da Osesp (Folha on Line)

Mônica Bergamo

No ano passado, de­pois de intensa pressão do gover­nador José Serra, que queria tirá-lo do cargo, Neschling comunicou ao conselho da Fundação Osesp que não renovaria seu con­trato. Na ocasião, no entanto, fi­cou combinado que o maestro permaneceria à frente da Osesp até o fim de 2010, como previa seu contrato.

A situação, no entanto, ficou insustentável. Neschling, que chegou a chamar Serra de "meni­no mimado" e "autoritário" logo no começo do governo, conti­nuou a dar entrevistas espina­frando com o governador e com o secretário da Cultura, João Sayad, mesmo depois de ter sua saída definida. A gota d'água foram as críticas que ele vinha fazendo publicamente à decisão do conselho de formar um comitê para a escolha de seu sucessor.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

O que interessa

O que interessa da posse de Obama para nós, jornalistas???? Apenas o que deu no Bluebus...

Barack Obama é o 1º a ter sua foto oficial feita com uma câmera digital. A câmera foi uma Canon EOS 5D Mark II. A foto foi feita sem flash, usando uma lente 105 mm. O fotógrafo, recem nomeado para o posto na Casa Branca, é Pete Souza, americano neto de imigrantes portugueses dos Açores.

Bingoooooo!!!!! Não postei pq tô sem Blog (deu pau!). Mas vc, Ki, pode enfiar no teu, para que o povo esteja minimamente bem informado sobre o que realmente interessa neste tipo de cerimônia!!!! rs...

beijos,

Simone (Quanta Notícia)

A Era Obama


George W. Bush acaba de embarcar no helicóptero rumo à aposentadoria no Texas, e não há uma pessoa séria no mundo que não ache que ele já foi tarde. A Presidencia de Barack Obama à frente dos Estadosa Unidos começa em meio a uma gigantesca crise economica, duas guerras em terras distantes em meio a um anti-americanismo mundial só comparável aos tempos do Vietnã. Nada mais adequado então um presidente que remeta a dois ícones dos anos 60, John Fitzgerald Kennedy e Martin Luther King.
Como Kennedy é um presidente com cara de efígie de moeda, muito diferente do apatetado Bush Jr. e mesmo do charmoso Bill Clinton. Mas a pose de tribuno romano sucumbiu ao nervosismo na hora do juramento, certamente sob o peso da responsabilidade que pesa sobre seus ombros. De Luther King, obviamente, Obama é a realização de seu famoso sonho.
O aguardado discurso inaugural teve a habilidade retórica que o tornou famoso, mas sem o esperado brilho que o marcasse na História. Se bem que isso é difícil de julgar na hora: o discurso de Lincoln em Gettysburgh foi proferido sob uma febre de 40 graus e ninguém se deu conta que ele se tornaria histórico. Mas mesmo o público vibrou mais nos primeiros parágrafos de Obama do que nas que deveriam ser as apoteóticas palavras finais.
Comentaristas da Globo News analisaram que o novo presidente americano pegou emprestado discursos de seus antecessores mais bem sucedidos. De Roosevelt, o desafio de reconstruir uma economia abalada - arruinada na época de Franklin Delano. De Lincoln, a exortação à união da nação, dividida pela política bélica e unilateralista de Bush Jr., e pela Guerra Civil na época do Libertador dos Escravos. De Ronald Reagan, a evocação dos valores americanos e, de Kennedy, o apelo à mobilização dos americanos nesse momento difícil e as mãos estendidas aos países de boa vontade.
Se não houve nada inesperado nas carta de intenções do novo presidente, houve pontos que merecem atenção, como as observaçôes sobre a necessidade de uma vigilância sobre o mercado financeiro e da precariedade do sistema de saúde americano (Se você assistir "Sicko", de Michael Moore, vai achar o SUS brasileiro uma beleza. Claro que não é bem assim, mas o sistema de saúde americano está longe de ser digno da nação mais rica do mundo).
Obama sabe mais do que ninguém o que a América e o mundo esperam dele, especialmente após seu medíocre e ao mesmo tempo desastroso antecessor. Se conseguir cumprir mesmo em parte as expectativas em torno de seu governo se consagrará como uma das maiores figuras históricas de nosso termpo. Caso contrário, entrará para o rol das diversas mediocridades que antes dele ocuparam a Casa Branca (e não foram poucas).
Não deixa de ser curioso que mesmo o Império Americano ainda dependa de salvadores da pátria, tão criticados quando se tratam de tupiniquins e latinoamericanos em geral. Se Obama será um Lula ou um Roosevelt, só o tempo dirá.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Indaiatuba sedia 1º Congresso Internacional de Jazz Dance

A 1ª edição do Congresso Internacional Jazz Dance será realizada no mês de abril no município de Indaiatuba. A iniciativa é da coreógrafa Erika Novachi e da jornalista e crítica de dança Marcela Benvegnu que têm como objetivo proporcionar aos participantes uma vivência maior sobre o estilo Jazz Dance, além de aproximá-los de alguns dos melhores profissionais da área.

O Congresso, que acontece de 18 a 21 de abril em diversos pontos da cidade, será composto por aulas práticas, palestras, apresentações, debates, sessão de vídeos, e conversa com especialistas. “Além de possibilitar a atualização de professores e alunos, o evento permitirá o intercâmbio de técnicas e formas de movimentação através de informações teóricas e práticas”, comenta Erika Novachi.

Entre os profissionais já confirmados para o evento estão Sue Samuels (USA) – Tradicional Jazz; Rose Calheiros (Alemanha) – Master Classes; Caio Nunes (BR/RJ) – Musical Classes; Christiane Matallo (Brasil) – Jazz, Música e Corpo; Érika Novachi (Brasil) – Lyrical Jazz e Marcela Benvegnu (Brasil) – História do Jazz.

As inscrições para as apresentações serão gratuitas e realizadas pela internet, sendo que metade da grade será destinada aos trabalhos de inscritos no Congresso. As fichas para as coreografias serão recebidas até o dia 1º de abril e cada escola poderá participar somente com um trabalho de até sete minutos. No ato da inscrição o coreógrafo deve optar pelo seu horário de ensaio de palco. Os ensaios serão realizados no sábado (18/04) após as 19h e no domingo (19/01), durante o período da manhã ou tarde.

A organização oferecerá algumas bolsas de participação no Congresso a bailarinos que residem em Indaiatuba. A audição acontecerá na Galpão 1 Academia, localizada à rua 9 de Julho, 410, no Centro. A inscrição deverá ser realizada por e-mail no endereço eletrônico galpao1academia@uol.com.br com nome e endereço completos, idade e breve currículo. A data da audição será divulgada previamente para os inscritos, via e-mail. A comprovação do endereço será solicitada no dia da audição.

Para participar de todos os cursos oferecidos durante o Congresso é preciso pagar uma taxa de R$ 350 ou para quem optar por aulas avulsas o custo de cada uma será de R$ 90. O pagamento pode ser realizado via depósito bancário na conta poupança 60816157-5, agência 0157 do banco Santander em nome de Erika Novachi e ou Marcela Benvegnu. O alojamento para os inscritos será gratuito. Mais informações na secretaria da Galpão 1 Academia ou pelo telefone (19) 3875 6887 e no blog congressodejazzdance.blogspot.com.

Reflexões sobre as primeiras medidas de um Governo (e-mail à redação)

É preocupante algumas medidas tomada pela administração Reinaldo Nogueira Lopes Cruz - PDT, principalmente no que diz respeito à descontinuidade de alguns avanços obtidos pela Gestão Zé Onério-PDT.

Por exemplo, a questão da rodoviária, cuja verba foi desviada para um suposto Parque Temático. A desculpa de que faltou projeto técnico é estranha e sem sentido. Em Campinas foi construída uma nova Rodoviária e vários Hospitais. Por aqui a prioridade é Parque Temático em detrimento de uma Rodoviária, e com recurso federal.

Outro exemplo, é a questão da desativação da Usina de Leite, feita pelo Governo Zé Onério – PDT com recursos também do Governo Federal e da Incubadora de Empresas que a priori nos pareceu um ótimo e oportuno projeto.

Além do mais, parece que o centro de Apoio ao Turista também está sendo desativado, dizem que é provisório, mas onde há fogo há fumaça.

Não pretendo assumir a defesa do Governo Zé Onério-PDT, até porque fazem parte de um mesmo grupo que há 12 governam e por 16 anos governarão a cidade, mas não podemos aceitar que recursos públicos federais tenham suas finalidades desviadas assim por mero capricho, por vaidade do criador em querer apagar a marca da criatura.

E o republicanismo fica onde? E o respeito com a população e com o dinheiro público utilizado nestes projetos.

Espero que o governo reflita e tenha uma avaliação mais sensata sobre os avanços sociais do governo anterior, saiba distinguir disputas políticas da responsabilidade de administrar os recursos da população.

Afinal, o que todos nós queremos é um cidade melhor para todos.


Janio Ribeiro
Presidente do PT Indaiatuba – É 1° suplente de vereador da coligação Coragem pra mudar PT-PMDB-PRP

Tirando o atraso 2


Outro filme visto semana passada em DVD foi "Senhores do Crime", o segundo de um diptico sobre a violência assinado por David Cronemberg e estrelado por Viggo Mortensen.
Se no primeiro, "Marcas da Violência", o rei relutante de "O Senhor dos Anéis" era um ex-gangster que se escondia numa pequena cidade americana, agora ele é um aprendiz da Máfia russa em Londres. Na verdade, pequenos episódios revelam ao espectador que o cara é mais do isso, mas o que quer que ele planeje, pode ser ameaçado pela cruzada da parteira Anna (Naomi Watts, sempre bem) na busca pelos responsáveis pela gravidez e prostituição de uma jovem russa, morta ao dar à luz a uma garotinha. A chave está num diário deixada pela adolescente raptada e prostituída.
Anna é filha de um russo com uma irlandesa, o que faz com se deixe envolver pelo charme paternal do chefão Semyon, cuja fachada é de um respeitável dono de restaurante típico. Só aos poucos a moça vai perceber que tipo de homem ele é na verdade e a ameaça que representa a ela e sua família.
Em "Marcas da Violência" tinhamos um homem que havia renunciado ao crime para ser um pai de família, mas que tem que acertar as contas com o passado para preservar a nova vida. Mas ele retornará o mesmo após esse mergulho na violência?
Em "Senhores do Crime", ele é um sujeito que mergulha no crime para combatê-lo, mas torna-se inevitável que suje as mãos para alcançar seu objetivo. Ao final, o que o separa dos verdadeiros mafiosos?
Além de Viggo - indicado ao Oscar por este trabalho - e Naomi - uma das mais sólidas atrizes de sua idade - o filme tam ainda o excepcional Armin Mueller-Stahl como o chefão Seymion e Vincent Cassael como seu filho Kirill.

Alteração do tráfego na SP-75

A Colinas informa que, em função do avanço da duplicação da SP-075, entre os km 36,6 e 38,8, na região da cidade de Salto, a partir do dia 20 de janeiro, terça-feira, será necessário alterar o tráfego viário no local da obra.

O motoristas com origem de Itu, Sorocaba ou Castello Branco e com destino a Elias Fausto, Capivari ou Piracicaba deverão utilizar o novo acesso à SP-308 (Rodovia do Açúcar) por cima do viaduto do km 37,1 nas proximidades da obra.

A concessionária fará sinalização indicativa da nova situação do tráfego com placas e mensagem no PMV Móvel – Painel de Mensagem Variável e solicita cautela e atenção aos usuários que trafegarem pelo local.

Concurso para cinéfilo

Prestes a completar 100 mil acessos, o blog Click Indaiá OnLine, em parceria com os Cinemas Multiplex Topázio, traz uma promoção EXCLUSIVA para cinéfilos de carteirinha. De carteirinha MESMO. Quer ganhar um passaporte para conferir os grandes lançamentos do cinema, inteiramente GRÁTIS, por um ano? Assistir a TODOS os lançamentos, sem pagar NADA?

Para participar, basta deixar nos comentário dos posts promocionais do blog, a resposta para a seguinte questão:

“Eu mereço ganhar um ano de cinema NA FAIXA porque..........”

As melhores respostas serão selecionadas por este blogueiro e seus colegas Kléber Patrício, do www.kleberpatricio.blogspot.com, e Marcos Kimura, do www.conversadebotequimonline.blogspot.com. No total, são 10 prêmios em disputa, incluindo vale-ingressos e posteres oficiais de grandes lançamentos do cinema (Confira a relação de prêmios abaixo).

Os vencedores serão divulgados no dia 16 de fevereiro, no Click Indaiá OnLine. Use sua imaginação e invente as mais criativas respostas. Quanto mais respostas diferentes você inventar, maiores são suas chances de ganhar. Então não perca tempo e acesse agora www.clickindaia.blogspot.com.

• A carteirinha é válida para UMA pessoa, com vencimento em 31 de dezembro de 2009
• Não se esqueça de deixar seu e-mail junto com a resposta nos comentários. Os vencedores serão avisados também via e-mail
• Todos os comentários serão moderados e respostas com teor ofensivo e/ou palavrões serão excluídos
• A entrega do primeiro prêmio será registrada e a foto, publicada no Click Indaiá OnLine
• Deixando suas respostas no blog, os vencedores autorizam automaticamente seus nomes para divulgação

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Reunião na Secult

A Secretaria de Cultura convida os músicos de Indaiatuba a participar no dia 28 deste mês, quarta-feira, às 15h, no Centro Cultural Wanderley Peres, para que discutam em reunião assuntos relacionados a projetos culturais de 2009 com o tema da Música Popular Brasileira. Compareçam.

Tirando o atraso

Esta semana resolvi tirar o atraso cinematográfico e ver algumas produções lançadas no ano passado e que chegaram agora ao DVD. Começo por "Across the across the universe Universe", que o Paulinho Lui sugeriu que trouxéssemos para o Cineclube, mas eu refuguei. Por mim, teria gostado de ver o filme em tela grande, mas o Penna não é lá muito chegado em Beatles nem em contracultura. Além disso, segundo me informei, no cinema as musicas não foram legendadas, e elas foram engenhosamente costuradas no roteiro para fazer parte da história.

Lembra às vezes "Hair", o filme, que muita gente jura que é da época mas foi filmado dez anos depois da peça fazer sucesso, portanto, quase tão anacrônico quanto este "Across The Universe". A diferença é que em 1979, os ex-hippies estavam virando ou new waves ou investidores da bolsa. Hoje, com a Guerra do Iraque, a hegemonia dos Estados Unidos sendo confrontada e Barack Obama remetendo ao sonho de Martin Luther King estamos mais próximos dos anos 60 de certa forma. A diretora Julie Taymor, de "Frida", não despreza esse fato.

A jovem, bela, talentosa e - ainda por cima - boa cantora Evan Rachel Wood (de "Aos Treze" e "The Wrestling") é Lucy, uma típica adolescente de classe média dos anos 60, que namora um garotão que foi convocado para ir ao Vietnã. Do outro lado do Atlântico, o jovem Jude (Jim Sturgess) trabalha nas docas de Liverpool e quer ir à América conhecer o pai, um ex-soldado que abandonou a mãe grávida durante a 2a Guerra Mundial. Chegando aos Estados Unidos, descobre que o genitor trabalha como janitor (zelador, um trocadilho infame) em Princeton, e lá faz amizade com o baladeiro Max (Joe Anderson), irmão de Lucy. Num almoço de Ação de Graças, Jude conhece a família do amigo e se interesa por Lucy. Mas rapazes decidem pela aventura em Nova York e lá se hospedam no apartamento da cantora Sadie (Dana Fuchs), no Greenwich Village.

Toda a mitologia da época desfila pelo filme: os privilegiados suburbios classe média alta que víamos em seriados como A Feiticeira, a boemia do Village, uma cantora tipo Janis Joplin, um guitarrista tipo Jimmy Hendrix, os conflitos raciais, a Guerra do Vietnã. Tudo embalado ao som dos Beatles, em sequencia mais ou menos cronológica, como uma trilha sonora da década, cujo som vai se modificando à medida que aqueles anos míticos vão ficando menos inocentes. No início, há a canção "Hold me Tigh" que toca simultaneamente num típico baile de formatura de high school americano e numa taberna inglesa igualzinha ao Cavern Club. É uma das várias citações beatlemaníacas, além da música. A personagem Prudence, uma jovem de origem asiática atormentada perla inadequação de ser lesbica num mundo de certinhos, faz a trajetória de "She's Leaving Home", sem que esta seja executada. Na fila do pagamento das docas, o caixa cita "When I'm 64". E o selo da gravadora criada especialmente para Sadie (que deve o nome a "Sexy Sadie", que também não é tocada) é um morango (desculpa para que "Strawberry Fields Forever" seja cantada), como a maçã da Apple, gravadora dos Beatles. Finalmente, há o show no alto de um edifício, tributo à última apresentação ao vivo do quarteto de Liverpool, durante a filmagem de "Let it Be", e que parou o trânsito de Londres.

A garota Prudence não fica deslocada apenas em sua high school - onde canta lindamente "I Wanna Hold Your Hand" para uma cheerleader loira - mas também no filme. Ela não tem muita função, apesar da bela introdução e de justificar a música "Dear Prudence". Mais interessante sáo as participações especiais de Joe Cocker - em tres papéis em "Come Together" - , Bono - fazendo um defensor do LSD, Dr. Robert (nome de outra canção que não é tocada), e cantando "I'm The Walrus e depois "Lucy in The Sky With Diamonds" nos créditos finais - e Eddie Lizzard ("The Richs") interpretando "Being For The Benefit Of Mr. Kite".

O elenco é muito bom, destacando Evan, de quem sou fã desde o seriado "Once and Again", que canta muito bem apesar de namorar Marilyn Manson (ninguém é perfeito). O garoto inglês Jim Sturgess (de "A Outra") também se sai bem cantando, e é uma mistura de Ewan MacGregor com Emile Hirsch. Joe Anderson ("Amor e Inocência") é o mais fraco dos protagonistas, sem conseguir passar do moleque porralouca do veterano de guerra traumatizado com credibilidade. A dupla de músicos Dana Fuchs e Martin Luther - o guitarista Jo-Jo - fazem o seu papel de Janis e Hendrix alternativos. Curiosamente, "através do universo" do filme os Beatles não existiram, já que algumas músicas são de autoria de Jo-jo (personagem da canção "Get Back") na história.

Parece que Julie Taymor era uma adolescente na época, e viu irmãos indo ao Vietnã e entrando na contracultura de cabeça. Talvez por isso tenha conseguido captar a inocência criativa - e também destrutiva, se pensarmos nas drogas e na radicalização armada dos grupos de esquerda - dos anos 60 e fazer uma ligação com o momento atual, auxiliada em muito pela direção de arte e figurino, este indicado ao Oscar. Recomendado a quem gosta de Beatles, os Anos Rebeldes e também de musicais e histórias românticas.

Em Cartaz

Finalmente os cinéfilos-cinófilos de Indaiatuba poderão assistir "Marley e Eu", a aguardada versão cinematográfica do best seller de John Grogan. Cronista de marley jornal, o autor dividia com seus leitores as histórias de seu labrador batizado em homenagem a Bob Marley. Aparentemente, faltou kaya pro canino, que ao invés de ser sossegado como um jamaicano era superativo e desastrado.
Segundo Barbara Nomura, que leu o livro, há uma diferença importante na aquisição do cão. No filme, Grogan (Owen Wilson, um dos piores atores do cinema) adquire Marley a conselho de um amigo. No livro, o autor compra o filhote para a mulher - Jennifer "Rachel" Aniston na tela - quando ela manifesta a vontade de ter um filho, sendo que não conseguiu manter viva nem uma planta que ganhou de presente.
Enfim, o diretor é o mesmo David Frankel que levou outro best-seller - "O Diabo Veste Prada" - com sucesso para o cinema. Já é conhecida a história que foram usados 22 labradores para "interpretar" Marley, sendo que o autor da história adotou um deles. Agora, se você não tem cachorro em casa e levar seus filhos pra ver "Bolt - O Supercão" e "Marley", vai estar bem arranjado depois. Vai ter que passar num pet shop quase certamente.

carga explosiva 3 "Carga Explosiva 3" segue a premissa dos anteriores, só que com um novo diretor - Olivier Megaton - no lugar de Louis Leterrier, que foi promovido ao time A ao ser convidado para comandar o novo "Hulk". Embora o imprescindível sejam Jason Statham e seu Audi preparado, a mudança de condutor é sentida. A mão de Megaton é mais pesada - como se pudesse ser de outro jeito com esse nome - e o ritmo não é tão frenético quanto nos anteriores. isso faz toda a diferença num produto que não se leva a sério como esta franquia. Agora o motorista Frank Martin tem que transportar outra mocinha, a filha do chefe de uma agência ambiental da Ucrânia. Estranhamente, a atriz Natalia Rudakova usa o mesmo cabelinho chanel de Olga Kurkova em "Ouantum of Solace", o que faz pensar que o penteado talvez seja uma espécie de insignia ucraniana.

By the way, se 007 não traça a moça no final de 'Solace", agora aquela história que Frank Martin seria gay, espalhada por Leterrier na divulgação do segundo filme, parecem se confirmar neste terceiro. Só não sei se alguém contou pro mau-encarado Statham...

quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Melhores do mundo

A eleição de Cristiano Ronaldo como melhor jogador de futebol do mundo e de Marta como melhore jogadora do mundo não surpreende. A escolha do portugues, no entanto, coroa a superioridade européia no momento, demonstrada pela sensacional Eurocopa e pela insossa Copa América do ano passado.A campeã Espanha finalmente conseguiu dar conjunto ao seu ótimo elenco, a Holanda mostrou um futebol empolgante - ao menos no início - e a França também mostrou serviço. A Alemanha é a Alemanha, como diz Luis Fernando Veríssimo, um país que descobriu como ganhar a Copa do Mundo sem jogar futebol.
Por outro lado, no lado de baixo do Equador, a Argentina tem bons jogadores - alguns ótimos - mas não tem time. O Brasil nem craques em boa fase tem, agravado por um técnico inexperiente mas ainda assim cheio de soberba.
Se o cenário permanecer assim, a próxima Copa na África do Sul pode representar o fim de uma alternância entre Europa e América do Sul que vem desde 1966 na Inglaterra. Talvez o clube de campeões do mundo - hoje com apenas sete membros - ganhe um novo sócio, a Espanha ou Holanda, duas eternas favoritas que nunca venceram.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Animaníacos

A partir de 1º de fevereiro, o grupo de encontro Anime Shibuya de Indaiatuba, que tem como um dos responsáveis Leonardo de Oliveira, realizará encontros semanais, sempre aos domingos, das 14h às 20h, no Casarão Cultural Pau Preto.
Nestes encontros terão workshops, bate papo, mangateca, grupo de fanzines e exibição de animes e filmes na sala de cinema do Casarão.
Quem gosta deste universo de animes e mangás não deve deixar de ir. Não necessita inscrição e é tudo gratuito.

Bandas de Rock

A Secretaria de Cultura de Indaiatuba convida as Bandas de Rock a participar no dia 21 deste mês, quarta-feira, às 15h, no Centro Cultural Wanderley Peres, para que discutam em reunião assuntos relacionados a projetos culturais de 2009.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Em cartaz


Muitas vezes a gente se pergunta porque Hollywood refilma o que já era bom, simplesmente para estragar. Já aconteceu com “Sabrina”, “Quinteto de Morte”, “Solaris”, “A Pantera Cor-de-Rosa” e agora com “O Dia em que a Terra parou”.

O original de 1951 foi feito no contexto da Guerra Fria, em que a questão central era se a Humanidade iria se destruir numa guerra nuclear. Hoje, o perigo vem do aquecimento global e o uso abusivo dos recursos naturais do planeta.

Na versão dirigida por Robert Wise, Michael Rennie era Klaatu, um extraterestre que vem à Terra com a missão de promover a paz entre as nações, caso contrário uma liga de planetas destruiria o planeta para que as armas nucleares não contaminassem o Universo. Agora, o alienígena é Keanu Reeves, cuja missão é eliminar a Humanidade para que a Terra sobreviva. A justificativa é que planetas capazes de suportar vida inteligente são raros, e por isso devem ser preservados, nem que para isso os seres inteligentes que o dominam tenham que ser destruídos. Uma contradição em termos.

Em 51, Klaatu tentava encontrar um certo doutor Barnhardt, papel do lendário Sam Jaffe, o “Gunga Din”. Na nova versão, Jennifer Connelly ocupa a dupla função de ser a boa moça que tenta mostrar ao ET o lado bom da Humanidade, anteriormente feito por Patrícia Neal (“( Indoamado”), e a cientista que tenta fazer a ponte entre os governos do mundo e os alienígenas. O personagem do doutor Bernhardt vira uma ponta do ex-Monty Python e ex-Q de 007 John Cleese.

Mas a grande diferença entre uma versão e outra são mesmo os efeitos especiais. Mesmo que original fosse excepcionalmente uma produção “A” – ao contrário da maioria dos filmes de ficção científica da época – os recursos do início dos anos 50 são absurdamente toscos para quem vive na era da computação gráfica. Porém, quando tudo parece ser possível na telona, ao em vez do espanto e encantamento vem o tédio. O poderoso robô de Klaatu causou sensação na época, mas sua versão atualizada não vai rivalizar com os dróides de Star Wars em popularidade. Especialmente quando o personagem principal é conduzido no piloto automático, como faz Keanu Reeves, que por este papel ganhou nova indicação à Framboesa de Ouro (o “Oscar” dos piores do cinema).

Se em 51 o diretor era Robert Wise, de “A Noviça Rebelde” e “West Side Story”, desta vez quem assina é Scott Derrikson, do bom “O Exorcismo de Emily Rose”, mas com um currículo muito inferior. Jaden Smith, o filho de Will Smith que trabalhou com o pai em “À Procura da Felicidade”; e Kathy Bates, Oscar por “Louca Obsessão”, completam o elenco principal.

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Trânsito interditado (Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Indaiatuba)

Os motoristas que transitam pela avenida Presidente Vargas devem se atentar para um trecho que foi interditado pelo Departamento de Trânsito em virtude da continuação dos trabalhos das obras anti enchentes do bairro Cidade Nova. O ponto é compreendido entre as ruas Independência e Regente Feijó.

A opção para quem passar pelo local é retornar pela própria avenida ou desviar o caminho conforme as placas indicativas instaladas pela empresa Passarelli, responsável pelas obras. De acordo com o diretor do Departamento de Trânsito, Edson Yoshida a expectativa é que o local fique interditado por 15 dias.

***

Publiquei do jeito que veio, mas como notou Bárbara Nomura, é a Avenida Presidente Kennedy, não a Vargas.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Questão para o vestibular


Era uma vez toda uma população nativa que foi obrigada a ficar confinada num espaço minúsculo, sob a vigilância atenta de seus carcereiros, que controlavam não apenas o tráfego de pessoas, mas os de comida e medicamentos. Crianças, velhos e doentes morriam diariamente de desnutrição. Um dia, parte dessa população se revoltou contra seus tiranos e iniciou um levante, que provocou como reação dos algozes o massacre indiscriminado da população civil.
A descrição acima se refere a:
a) O levante do Gueto de Varsóvia
b) O Casbah na Batalha de Argel
c) O resultado final da incursão israelense na faixa de Gaza que está acontecendo neste instante
d) Todas as alternativas

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Se eu Fosse Você 2



Não vi o filme ainda, mas dectetei uma piada involuntária no elenco: trocaram a Narizinho do Sítio do Pica-Pau Amarelo, Lara Rodrigues, a Bia do primeiro filme, pela Emília, Isabele Drummond, que assume o papel de filha dos personagens de Tony Ramos e Glória Pires nesta continuação.
Ou seja, Emília agora está grávida!