terça-feira, 12 de agosto de 2008

Nada do que foi será

A necessidade de manter o interesse em jogos que acontecem de madrugada faz com que a mídia escamoteie o que está na cara: até agora, a participação do Brasil está aquém da expectativa criada pelo COB. No judô, única modalidade até a gora a levar alguma coisa, os campeões mundiais João Derly e Tiago Camilo perderam lutas decisivas e um ficou sem nada e o outro com um bronze de consolação. Na natação, apesar dos esforços, o máximo que se conseguiu foram classificações para as finais, e quando isso aconteceu os atletas brazucas ficaram em último ou penúltimo. E alguém acha que a dupla recém-formada Larissa e Ana Paula tem chances de encarar as americanas Walsh e May?

Não sei não, a participação brasileira tá com cara de repetir Sidney, outra Olimpíada do outro lado do mundo em que o Brasil não levou nenhuma medalha de outro.

Um comentário:

Bárbara M. Nomura disse...

Hoje, dia 12..temos que torcer para as meninas da ginástica..hien Kimura..hhahahahha

sorte delas que não bebem tequila (desculpas, piada interna)..

Boa sorte!!!!!!!!