quarta-feira, 14 de maio de 2008

O rock morreu na Pompéia

Morre aos 53 Wander Taffo, "herói" da guitarra

da Folha Online

O músico e guitarrista Wander Taffo morreu hoje (14) pela manhã em casa, em São Paulo. Segundo familiares, Taffo morreu vítima de uma parada cardiorrespiratória e não tinha histórico de problemas de saúde. O músico faria 54 anos no sábado (17). Considerado por publicações internacionais, como a "Guitar Player", um dos expoentes da guitarra no mundo, Taffo era hoje um dos sócios da EM&T (Escola de Música e Tecnologia).

A família ainda não definiu o horário do enterro, mas o velório deve ocorrer no cemitério do Araçá, em Pinheiros (zona oeste de SP). Em memória, a EM&T suspendeu as aulas, workshops e atividades nesta quarta-feira.

No começo dos anos 80, Taffo estourou com a banda Rádio Táxi, que fez muito sucesso com a música "Eva". Ele também fez parte de grupos como Made in Brazil, Secos & Molhados, Joelho de Porco, Gang 90, além de ter tocado com nomes como Rita Lee e Roberto de Carvalho.

Divulgação
Wander Taffo, um dos principais guitarristas do país, morre em São Paulo
Paulistano da Pompéia, Wander Taffo, um dos principais guitarristas do país, morre em SP

Nascido no bairro da Pompéia (zona oeste de São Paulo), Taffo também foi professor de música. Sua primeira banda foi a banda Memphis, em 1973, quando tocava em bailes. O músico deixou a banda Rádio Táxi em 1986 para um trabalho solo. Chegou a receber o prêmio Sharp de Música na categoria "Revelação Pop Rock Masculino" por um solo gravado em Los Angeles, em 1989. No ano seguinte, Wander foi escolhido pela crítica como o melhor guitarrista do Brasil.

O músico também participava de projetos sociais, como a distribuição de agasalhos e alimentos para moradores de rua do centro de São Paulo. Taffo planejava a volta da banda Rádio Táxi em julho deste ano.

2 comentários:

Bárbara disse...

desculpe-me a pergunta

mas me diga um trecho da música Eva, para eu ter certeza que é a qual eu to pensando

Zazá Lee disse...

Lamentamos sempre a perda de um artista.
A cultura musical fica um tanto mais pobre.
Mas o ciclo não se interrompe.....