terça-feira, 22 de julho de 2008

Morreu Dercy Gonçalves: nunca pensei que estaria vivo para ver esse dia...

A empresária da noite Lílian Gonçalves foi quem abriu as portas para o último trabalho de Dercy Gonçalves, em seu Bar do Nelson (referência ao seu pai, Nelson Gonçalves) no dia 14 de julho, cinco dias antes do falecimento da centenária atriz. O Talk Show com Dercy foi um reforço para que o Guiness Book a reconhecesse como a mais idosa artista em atividade no mundo. Lílian Gonçalves fala sobre seu último encontro com Dercy Gonçalves:

“Acho que a Dercy estava pressentindo. Ela ficou muito emocionada com o evento do dia 14 de julho. Na quinta-feira, dia 17, conversamos e ela disse: 'obrigada, acho que foi a última homenagem, que me fizeram'. Também falou que nunca chorou na vida, mas 'que se tivesse lágrimas, elas teriam sido derramadas no evento lá no Bar do Nelson'.

Na segunda-feira, dia 14, fui até o aeroporto. Fazemos a comemoração do aniversário dela há 22 anos. Foi a primeira vez que pediu que eu fosse buscá-la. O tempo todo falou sobre o prazer que tinha em trabalhar. 'Quero trabalhar. Gosto de trabalhar. Trabalhar é minha vida', disse.

Quando perguntei se queria ir para o hotel descansar, respondeu preferia fazer compras. Fomos à Butique Vermelho 29. Ela parecia uma menina, entusiasmada com as roupas e as vitrines. 'Pega essa, pega isso também', dizia. Escolheu uma roupa para o Talk, Show que faria à noite e a ganhou de presente da loja. Disse para a Márcia, dona da Vermelho 29: 'assim como é que você vai pagar seus funcionários?'. Aí comprou um conjunto para a filha. E fez questão de pagar do próprio bolso. Achei isso lindo! Eu insisti em dar algo também e ela acabou aceitando uma blusa.

Depois da loja indaguei novamente se queria ir para o hotel. Ela disse que queria ir almoçar. E fomos ao Gigetto, onde pediu pescadinha e colocou duas colherinhas de pimenta. Durante o almoço, falou várias vezes que tinha muita vontade de viver e trabalhar, mas, ao mesmo tempo, confessou algumas vezes que estava se sentindo fraca e cansada."

***

Entre as diversas celebridades presentes estavam Maria do Adelaide do Amaral, a Rainha das Minisséries Globais, que está escrevendo uma peça sobre Dercy,dercy maria adelaide amaral com direção de Marília Pêra e Fafy Siqueira no papel principal. O texto tem como base a autobiografia “Dercy de Cabo a Rabo” (editora Globo - 1994), que a comediante ditou para Maria Adelaide. “"Amo essa mulher. Minha melhor homenagem foi escrever sua autobiografia e, agora, faremos a peça teatral, que vai marcar ainda mais a importância de Dercy na história da cultura do País”, disse Maria Adelaide. "Será o trabalho mais bonito da minha carreira. A peça mostrará que Dercy é a pessoa mais importante do teatro popular brasileiro", afirmou Fafy. (Fonte: Gontoff Comunicação).

***

Nas fotos tiradas por Heudes Regis/Gontof Comunicação, no alto, Lilian Gonçalves e Dercy diante do bolo de aniversário e, abaixo, com uma emocionada Maria Adelaide do Amaral, no dia 14 de julho no Bar do Nelson. Sobre o bolo, não há consenso sobre quantos anos a artista tinha, de fato. O registro de nascimento diz que ela nasceu no dia 23 de junho de 1907, em Santa Maria Madalena, na região serrana do Rio de Janeiro. Mas muitos de seus amigos afirmam que ela tem, de fato, 102 anos, já que naquela época muitas vezes o registro de nascimento demorava para ser feito. O problema é que Dercy afirmava que o correto são 103 anos, porque valeriam os nove meses em que esteve no ventre de sua mãe. Mas ontem, no meio da festa, mudou de idéia: “O certo é mesmo 102 anos. Afinal, não fiquei no ventre da minha mãe 12 meses, mas nove, como quase todo mundo. Assim, o certo por enquanto é mesmo 102”, disse Dercy na ocasião.

Um comentário:

Bárbara disse...

eu achava que essa mulherer era imortal..Mas descobri que até os imortais morrem um dia..