terça-feira, 8 de julho de 2008

Um pouco de história

Em 1996, Paulo Maluf chegou ao auge de sua carreira política na Democracia ao eleger seu sucessor na Prefeitura de São Paulo, o seu secretário da Fazenda e ex-maluf funcionário da Eucatex, Celso Pitta. Reza a lenda que o então prefeito teria exclamado ao saber dos resultados do pleito: "Consegui eleger um preto e carioca prefeito de Sâo Paulo!" Obviamente, isso não consta de sua biografia autorizada recém-lançada.

O que é fato é o slogan político de Maluf daquela campanha era "Se o Pitta não for um bom prefeito, não votem mais em mim". Após o rompimento público entre os dois - após as denúncias de corrupção contra Pitta feitas por sua ex-mulher, Nicéia, em 2000, que lhe valeram o afastamento do cargo por 18 dias - , em campanha à Prefeitura no mesmo ano, Maluf saiu-e com essa: "Eu sei que eu disse que não votassem em mim se o Pitta não fosse um bom prefeito. Eu errei!" Um clássico da cara de pau.

Celso_Pitta Agora, com a prisão preventiva efetuada hoje pela Polícia Federal, Celso Pitta segue novamente os passos de seu ex-padrinho político, que em 2005 ficou 40 dias preso (se é ruim pra nós, pobres, imagine para quem mora numa mansão há 40 anos e coleciona Porshes como meu sobrinho junta carrinhos da Hot Wheels). É verdade que em 2006 ele voltou a se eleger deputado federal com a maior votação do Estado, coisa que dificilmente acontecerá com Pitta, destinado á nota de rodapé da História, e só dos compêndios mais completos sobre o período.

Um comentário:

Bárbara disse...

que interessante este lance do slogan !! não sabia disso não.
Blog do Kimura também é cultura!
até rimou